talvez-cronica

Talvez não era pra ser. Já passou, já foi. Não era a hora certa, nem a pessoa certa, e você nem estava certa daquilo. Então pra que perder tempo pensando no que poderia ter sido, se não foi. Para, já deu, e agora o momento é outro. A vida é curta demais pra você ficar remoendo memórias que não vão te levar a lugar algum. O caminho a sua frente tá aí, lindo e livre, totalmente em branco, pra você, apenas você, decidir por onde quer caminhar. Se quiser faça, se não quiser, simplesmente não faça. O rumo da sua vida está nas suas mãos e na de mais ninguém. Pare de tentar colocar a culpa em alguém ou no destino, parou tá? Seu destino é você quem faz, porque são as suas escolhas que te levam aonde você quer ir.

Talvez seja o momento de pensar no que você realmente quer, se é algo que faz o seu coração vibrar ou se você está apenas indo na onda dos outros. Parou, pensou? E então, o que o seu coração te disse? Ele te disse pra ir ser feliz e parar de tentar deixar tudo perfeito, não foi. Ufa, até que enfim, porque perfeição não existe é só faz te perder tempo. Não perde tempo não e vai lá atrás do que você quer de verdade. Não desperdice nenhum momento em vão tá!

Depois que você para de pensar no que os outros vão pensar do que você faz, sua vida fica bem mais leve. E a hora certa para as coisas acontecerem chega, a pessoa certa pra você aparece no momento em que você está certa de que é aquilo que você quer na sua vida. É quando você escolhe fazer o que te faz feliz, o que te faz bem, ao invés do que parece certo ou errado que tudo começa a fluir bem. Talvez pensar demais é o problema da história toda é por isso nada acontece. Talvez a hora certa atrasou um pouco, e o momento certo esteja ali virando a esquina.

 

Por: Carol Doria

* Esse texto é propriedade do blog Carol Doria. Toda e qualquer reprodução deve ser autorizada e creditada.

 

Facebook | Twitter | Instagram | Google + |Snapchat

Comentários do Facebook

About Carol Doria

Carolina é paulista, com alma de carioca. Apaixonada por viagens, vive pensando no próximo destino. É viciada em séries, livros e filmes. Adora um batom vermelho e compraria todos os sapatos que pudesse. Criou o blog pra dividir suas experiências e aprendizados, dar dicas e indicar coisas boas desse mundão. Pra acompanhar mais, siga nas redes sociais.

2 thoughts on “Talvez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *