Maquiagens 728x90
Crônica

Eu. Você. Nós

crônica-eu-você-nós-carol-doria-2015

É no silêncio da noite que eu me pego pensando em você. Em como foi bom tudo o que vivemos, e o quanto aprendemos um com o outro. O quanto cresci ao seu lado, e o quanto fui feliz com você. O quanto eu percebi que a felicidade está nos pequenos momentos, nos gestos mais simples, nas palavras mais sinceras. O quanto eu posso ser feliz com ou sem você. Não vou negar que sinto a sua falta, mas agora ela já não me consome mais. Você me ensinou que eu posso ser feliz em qualquer lugar, em qualquer situação e a toda hora. Você me ensinou que o amor nunca deixa de existir mesmo estando separados. Você me mostrou as coisas mais belas da vida, e me ensinou a procurar as coisas boas que ela tem a oferecer, todos os dias. Nós aprendemos a confiar um no outro, a conversar só pelo olhar. Nós sentimos todo o amor que há no mundo e como ele nos faz bem. Eu te ensinei a ser mais paciente, e você me ensinou a nunca desistir. Eu fraquejei, mas você sempre esteve ali ao meu lado pra me ajudar a levantar. Descobrimos um ao outro, enfrentamos nossos medos e superamos nossas dificuldades, juntos. Você me mostrou o meu maior defeito, e eu sua maior qualidade. Realizamos nossos sonhos, sonhamos outros diferentes. Rimos, choramos, amamos, superamos e vivemos. Eu e você, você e eu, nós.

A gente foi feliz, a gente se amou, a gente se quis. O amor ficou e a felicidade agora é permanente. Nós dois, seguimos separados, tudo já é passado, mas todas as coisas boas ficaram. Você aí do seu lado, e eu aqui do meu. Mesmo assim, às vezes me pego pensando em você, e em tudo o que a gente viveu.

Por: Carol Doria.

* Esse texto é propriedade do blog Carol Doria. Toda e qualquer reprodução deve ser creditada.

Comentários do Facebook
Previous Post Next Post

You Might Also Like

4 Comentários

  • Reply Irana Maciel 27 de maio de 2015 at 21:32

    Crônica perfeita! Super me identifiquei e até cheguei a me emocionar. Muito linda, parabéns!

    • Reply Carol Doria 28 de maio de 2015 at 13:06

      Oi Irana,

      Muito obrigada mesmo, fico muito feliz por ter gostado.
      Adoro escrever e compartilhar com vocês, e é muito bom quando nossas palavras fazem alguém se identificar e se emocionar.

      Obrigada pelo carinho.

      Beijos

  • Reply Taiane Barboza 28 de maio de 2015 at 18:30

    Que texto lindo, me identifiquei muito, já percebeu como as pessoas não acreditam em amores assim? Que são verdadeiros, intensos, lindos e acabam, escrevi sobre isso uma vez, não é por que acabou que não foi amor, as lembranças ficam, o aprendizado também.
    Parabéns!
    Beijos.

    http://taianebarboza.blogspot.com/

    • Reply Carol Doria 1 de junho de 2015 at 15:07

      Oi Taiane,

      Obrigada, fico muito feliz por ter gostado.

      É dificil para algumas pessoas aceitar que o amor chegou ao fim, mas não é porque acabou que todas as coisas boas e aprendizados devem ficar pra trás né. Afinal foi uma parte de nossas vidas, e que foi importante sim, mesmo que tenha chegado ao fim. Quem consegue entender isso vive mais feliz, não é? Amar é tudo de bom.

      Obrigada pela visita e comentário, espero te ver sempre por aqui.

      Beijos

    Deixe um Comentário