Maquiagens 728x90
Crônica

Pensamentos

Young woman admiring the sunset over fields

Já faz um tempo que eu não penso mais em você. Pra falar a verdade já tem anos que eu não penso em você, mas de vez em quando alguém insiste em lembrar. E aí não tem jeito, eu lembro, mesmo não querendo lembrar. Mas lembro com o coração intacto, e com a cabeça no lugar. Seu efeito sobre mim já passou faz tempo e eu há muito já estou curada de você. Hoje só consigo lembrar do tempo em que fui feliz com você, e juro mesmo que esqueci todo o resto. Daquilo tudo que passou eu aprendi valiosas lições que eu não vou repetir jamais.

E é numa dessas lembranças involuntárias de você que eu paro pra pensar em como tudo seria diferente se ainda estivéssemos juntos. Será que a nossa vida nos teria trazido até aqui? Será que teríamos feito tudo o que fizemos, conquistaríamos as mesmas coisas, ou teríamos feito as mesmas escolhas? Provavelmente não. Mas será que teríamos sido felizes? Nosso amor teria sido suficiente pra chegar até aqui? Quem sabe?

Hoje eu lembro de você com carinho, quando lembro. Não sinto mais nada, nem amor, nem ódio, nem tristeza, nem falta, nem nada. Eu agradeço a você por tudo o que vivemos juntos e agradeço também pelo que não vivemos. Foi isso que me fez ser quem eu sou hoje, tão completa, tão realizada, tão feliz, com sonhos realizados e muitos ainda a realizar. Obrigada, de verdade. Sem você eu não teria sido eu.

Se um dia você pensar em mim, espero que isso te traga paz, pois hoje é o que eu sinto. Uma paz enorme aqui dentro, e um carinho por você, mesmo depois de tanto tempo. Porque amores assim a gente não esquece completamente, mesmo quando a gente quer esquecer. Espero que aí do seu lado esteja tudo certo, e que você de vez em quando pense em mim.

 

Por: Carol Doria

* Esse texto é propriedade do blog Carol Doria. Toda e qualquer reprodução deve ser autorizada e creditada.

 

Facebook | Twitter | Instagram | Google + | Snapchat

 

 

Comentários do Facebook
Previous Post Next Post

You Might Also Like

2 Comentários

  • Reply Gabi Pinheiro 18 de agosto de 2016 at 08:34

    Ler esses tipos de texto em blogs, me faz lembrar da época que comecei a escrever na internet.
    Leitura suave e leve.
    Adorei.

    Beijos

    • Reply Carol Doria 20 de agosto de 2016 at 18:22

      Oi Gabi,

      Que bom que gostou da Crônica. Eu adoro escrever e compartilhar meus textos por aqui, acho que quebra um pouco a rotina de resenhas e informações o tempo todo.

      Beijos

    Deixe um Comentário